navbar Beatriz

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Simplificando-me: 115 dias

--------------------------------------------------------
Nº de dias no desafio Simplificando-me: 115
Nº de itens que saíram de casa: 91
Nº de itens preparados para sair de casa: 39
Animação com o desafio: 100%
$ extra: R$325,75
---------------------------------------------------------

Olá amigos!!!

O desafio Simplificando-me segue firme e forte por aqui e eu estou cada vez mais empolgada com ele!

Já são quase 4 meses no desafio e notei mudanças incríveis na minha vida, que está finalmente se tornando mais leve. Não consigo nem descrever o quanto eu estou feliz por estar nessa jornada.




ATUALIZAÇÃO DO "DESTRALHAR"

Depois de muito pesquisar, enrolar e sofrer sem saber o que fazer, eu finalmente me desfiz dos itens de banheiro que eu havia separado. Entrei em contato com as marcas, com a prefeitura de Vitória e pesquisei muito sobre como fazer o melhor descarte possível. Em alguns casos a resposta não me agradou, mas por fim eu percebi que não havia mais o que fazer a não ser executar o descarte, gostando ou não do impacto dele. 

Me desfazer desses produtos foi libertador!


DO DESCARTE PARA A VIDA...

Eu não encontrei a solução "perfeita" mas eu agi assim mesmo. Fiz o que eu pude, com a informação e conhecimento que eu tinha no momento. 

Por mais ridículo incrível que pareça, descarregar no ar limpo da minha varanda duas latas inteiras de fixador de cabelo vencido, sentir a dor de estar deliberadamente poluindo e assim mesmo apertar o spray até o final¹ foi um momento transformador pra mim. 

A partir disso eu consegui me libertar de uma atitude crônica que eu sempre tive a tendência de repetir em todas as áreas da minha vida: não agir enquanto eu não me convencesse de que eu podia executar a ação de forma impecável

Esse descarte me obrigou a internalizar que muitas vezes na vida o feito é realmente melhor do que o perfeito que nunca acontece.

Revigorada pela energia de não precisar mais olhar para uma caixa rosa cheia de cosméticos vencidos no meio da minha sala e me sentindo leve por ter colocado um ponto final em uma longa história de indecisões sobre o descarte desses itens, minha vontade de desapegar aumentou.

Comecei a separar itens aleatórios da casa para doação e tirei mais peças do guarda-roupa (que já tinha sido avaliado) só por olhar e pensar "eu não uso isso, prefiro espaço livre do que esse item"

Ainda mais importante: eu comecei a focar em terminar de encaminhar corretamente tudo que eu já tinha separado. Me senti muito empolgada ao tirar as coisas de dentro de casa!

Depois de encaminhar o que já estava separado há tempos, ainda tirei mais algumas coisinhas do armário e fiz uma revisão nos meus livros. Incrivelmente esses itens foram encaminhados para seu destino muito mais rápido do que qualquer um dos anteriores...

LIÇÕES QUE APRENDI...

1) Separar o que não é mais útil é bom, mas tirar tudo isso de dentro de casa é ainda melhor

O espaço visualmente menos sobrecarregado é encantador! Quando me dei conta da paz e praticidade que vem de ter menos coisas entulhadas, eu comecei a querer me desfazer de tudo! 😂

Definitivamente não vale a pena juntar todas as doações para tirar de casa de uma vez só. Levar o que já foi separado ajuda a dar ânimo para seguir para os próximos itens.


2) Às vezes é preciso entender o motivo do apego para desapegar

É claro que minha energia desapegadora foi confrontada com minha enorme imaginação para criar vários cenários com "e se..."

Eu queria o espaço livre! Apesar disso, quando segurei na mão aquelas peças e livros que tinham todo potencial de uso, mas que eu raramente (ou nunca) uso, a minha convicção de que o espaço livre era melhor foi lá embaixo. 

Lembrei com carinho do momento que comprei, fiquei tentando pensar em possíveis usos (e se todas as minhas outras calças estiverem sujas? E se eu combinar com aquela blusa? E se eu quiser um dia fazer a receita desse livro? Etc...) e me prometi que ia usar dali em diante.

Mas ao mesmo tempo que eu não queria me desfazer das peças ou dos livros eu também sabia que a minha promessa de usá-los era mentirosa (eu já tinha feito a mesma promessa várias vezes antes), então comecei a me questionar...


  • "Por que eu não quero me desfazer disso?" 
  • "Isso tem algum valor sentimental?"
  • "É medo de ficar sem roupa?" 
  • "É medo de não poder comprar outro?"
  • "É medo de não achar uma peça / livro igual?"
  • "Mas por que esse medo se eu quase nem uso isso?"

E assim, questionando e tentando esclarecer as coisas para mim mesma, eu consegui me convencer a realmente me desfazer de boa parte desses itens que estavam causando indecisão e stress.

Além de tentar entender os motivos de eu estar apegada, um pensamento que me ajudou foi imaginar outras pessoas usando esses itens e felizes com eles! Imaginei as pessoas que iam ficar com eles com sorriso no rosto e também as próprias peças e livros ficando felizes por estarem sendo úteis de verdade! Pode me chamar de doida, mas funcionou...




ATUALIZAÇÃO DA RESTRIÇÃO DE COMPRAS + INSCRIÇÕES EM CURSOS

Resumo do período: está tranquilo! 😎

Até olhei algumas lojas e vi alguns cursos recentemente, mas com a elevação do minha energia desapegadora, está muito mais fácil dizer não às novas compras e inscrições. Eu gostei de ter menos coisas e mais tranquilidade, então voltar a encher os armários e minha agenda realmente não tem sido muito tentador.

Nos primeiro dias do Simplificando-me eu percebi que não vagar por lojas e nem procurar cursos liberou tempo na minha vida. Recentemente eu percebi que a minha restrição fez muito mais por mim: ela eliminou a necessidade de tomar decisões inúteis a todo momento.

Compro ou não compro? De qual cor eu compro? Qual eu gosto mais? Será que esse curso vale o investimento? O conteúdo me interessa? Será que vou usar? E por aí vai...

Tem estudos que mostram que nós temos uma "cota" de decisões que nosso cérebro consegue tomar em um dia e que a qualidade dessas decisões vai diminuindo ao longo do dia (esse vídeo aqui fala um pouco sobre isso). 

Não tenho conhecimento para julgar se os métodos usados nesses estudos dão a eles credibilidade, mas na prática eu percebi que se mostrou verdadeiro, pelo menos para mim.

Desde que parei de constantemente decidir se eu quero comprar ou me inscrever em algo, eu estou muito menos sobrecarregada mentalmente e consigo resolver coisas que antes eu não desenrolava de jeito nenhum. Eram coisas triviais que não tinham motivo algum para eu não resolver, mas eu simplesmente não resolvia. Agora eu resolvo... vai entender! Parece que realmente faltava energia.

Além disso, não me inscrever em novos cursos está me dando o tempo e disposição que preciso para fazer aqueles que eu já tinha começado (e deixado parado) e ainda ler mais livros.

Um dos cursos online que estavam na minha lista para terminar é exatamente sobre entender melhor como nosso cérebro e nossos hábitos funcionam para conseguir fazê-los "funcionar a nosso favor". Também tenho lido alguns livros sobre esse assunto e fazer isso junto com o Simplificando-me realmente tem sido uma combinação perfeita para melhorar meu nível de organização, foco, produtividade, mas sobretudo de autoconhecimento e felicidade! =)

Basicamente, estou arrumando a casa e a vida ao mesmo tempo... e agora me parece claro que eu não teria como fazer um sem o outro!



Até a próxima. 
;)


1) Tanto o fabricante quanto a prefeitura indicaram que a embalagem só poderia ser encaminhada para reciclagem se fosse esvaziada. =/

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Viajando Sem Lactose: Cuba

Olá,

Viajar é uma das melhores coisas do mundo, não é mesmo?

Conhecer novas culturas, ver paisagens diferentes e curtir o ritmo de férias é realmente um sonho! 

Mas para quem tem restrições alimentares ou para quem sofre com a síndrome do intestino irritável, a ideia de sair da rotina e do conforto de casa sem ter ideia do ambiente e das situações que vai encontrar pode, na prática, se transformar em um momento de desespero!

Isso não quer dizer que intolerantes não gostam de viajar e nem que deixamos de aproveitar esses momentos, apenas quer dizer que é necessário um certo nível de preparação para que possamos ficar tranquilos e seja possível realmente curtir a viagem. 

terça-feira, 12 de junho de 2018

Smoothies de Banana

Depois que descobriu a intolerância a lactose você também achou que "vitaminas" de frutas ou milkshakes teriam que sumir do seu cardápio? Então vou te contar algo: eles podem ser substituídos  -- me senti a Bela Gil -- por batidas, ou smoothies, que usam banana como base e ficam super cremosos e deliciosos! Vai por mim, essa ideia (porque nem é uma receita, é um conceito) é realmente fantástica em todos os sentidos.

A banana congelada dá uma cremosidade maravilhosa às bebidas, que ainda ficam super nutritivas e alimentam bem. Além disso, os smotthies são perfeitos para ter estoque de lanchinhos... 
Mais alguma lombriga se animando ao som dessa palavra? 😜

Acho que já deu para perceber minha empolgação com os smoothies, né? Acontece que os Milkshakes (#sqn) de banana congelada simplesmente se encaixam perfeitamente em vários quesitos importantes (pra mim, pelo menos):

1) São deliciosos
2) Podem ser feitos sem leite / lactose
3) Ajudam a reduzir o desperdício de comida
4) São MUITO fáceis de fazer em quantidade e armazenar (ou seja, facilitam a minha rotina)


O primeiro passo para os smoothies é congelar as bananas. É nessa etapa que entra a redução do desperdício de comida, pois você pode (e deve!) congelar bananas já maduras. Inclusive aquelas quase estragando são as mais docinhas, viu. Então, sempre que você perceber que tem mais bananas maduras do que vai conseguir comer, joga no freezer antes de estragar. Assim elas serão conservadas até o momento de fazer o smoothie.

Não precisa descascar, picar ou muito menos guardar em saco plástico. A natureza já deu uma ótima embalagem para a banana, então seja grato por isso e simplesmente coloque-a no freezer com casca e tudo. O planeta e seu tempo livre agradecem.

Quando acumular bananas suficientes, ou simplesmente na hora que der vontade de fazer o smoothie, tire as bananas do freezer e deixe uns minutos do lado de fora,  aí sim será hora de descacá-las. No final do post tem uma dica para fazer isso de forma bem fácil, mas agora vamos direto ao ponto: a receita!

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Smoothie de Chocolate

Olá a todos!

Mais uma receita para fechar a série de smoothies, afinal não poderia faltar uma opção com o queridinho chocolate, ou no caso, cacau!

A receita aqui é uma opção, mas podem ser acrescentados ou retirados ingredientes conforme o gosto do freguês ou o que tiver em casa.

Vamos à receita?

Smoothie de Chocolate


sexta-feira, 8 de junho de 2018

Smoothie de Jabuticaba

Oi pessoal,

Para quem está precisando de uma dica para ajudar na vida corrida, anota essa receita para um lanche rápido, nutritivo e gostoso.

Nesse smoothie a jabuticaba é a estrela, mas é a banana que brilha na cremosidade da bebida.

A jabuticaba é um fruta bem brasileira que todo mundo adora -- acho que nunca conheci alguém que não gostasse de jabuticaba! 

Só que quase sempre comemos só a polpa branca e descartamos a casca super rica em antioxidantes. Consumir a fruta inteira = menos lixo e mais nutrientes \o/ e um jeito bem simples de fazer isso, principalmente para quem se incomoda em mastigar a casca, é com esse smoothie. 

É tão simples que dá até vergonha de chamar de receita. =P


terça-feira, 5 de junho de 2018

Smoothie de Banana com Morango

Inverno quase chegando, mas em Vitória estamos como??? Eu pensei em escrever "no calor", mas nos últimos dias até que o tempo esfriou um pouco e como boa friorenta que sou, digo que estamos "em uma temperatura muito agradável para dormir de edredom à noite e não precisar sair todo encapotado durante o dia"!

Apesar da frente fria que chegou essa semana ter realmente nos trazido uma temperatura mais baixa, a vantagem de morar razoavelmente perto da linha do Equador é que quando chega a época de morangos, a gente ainda pode se deliciar com as preparações geladas, como esse smoothie.

Mas se você mora no frio não se preocupe, ele também fica ótimo (ou até melhor) quando é feito com morangos congelados. Então faça seu estoque de morangos e aproveite quando o tempo esquentar. ;)

Smoothie de Morango



Simplificando-me: 115 dias

-------------------------------------------------------- Nº de dias no desafio Simplificando-me: 115 Nº de itens que saíram de casa: 91 ...