Analytics

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Casando Sem Lactose: Entradinhas e Petiscos

Oi Pessoal!

No último post que eu mencionei que irei me casar ano que vem (yipee!!!) e algumas pessoas sugeriram que eu escrevesse sobre como está sendo o processo de escolher o cardápio e demais comidinhas (doces, bolo, etc) da festa. Eu gostei bastante da ideia, pois acho que vai ser muito interessante trocar experiências sobre esse assunto com vocês. Realmente dá bastante trabalho procurar opções que sejam seguras para mim (afinal quero poder comer bem no meu próprio casamento) e que agradem também aos convidados, portanto toda ajuda é bem-vinda! Compartilho com vocês as opções que estou encontrando e fico no aguardo de dicas de quem também já passou por isso ou tem boas ideias do que fazer.



O primeiro passo que é contratar o buffet eu já fiz, mas ainda não defini o cardápio certo que será servido pois a empresa mesmo recomendou que essa escolha fosse feita um pouco mais perto do evento (ainda restam pouco mais de 6 meses até grande dia), já que sempre surgem novidades. Até o momento minha ideia é mesclar itens que eu posso comer (sem lactose e preferencialmente sem ou com pouco glúten, embora eu vá abrir uma exceção para o glúten nesse dia) e outros que mesmo eu não podendo aproveitar, eu sei que farão sucesso com os meus convidados.

Vou por enquanto contar o que tenho em mente como alternativas e assim que for definindo ao certo quais serão servidas, fazendo combinações mais harmoniosas, eu atualizo vocês.

Entradinhas

Como escolhi um local onde estará frio na época do casamento, decidi logo de cara que quero caldos para o pessoal se aquecer ao chegar. Estou pensando em servir:
- Caldo de feijão (de preferência com uns torresminhos de acompanhamento): O local é rústico e eu vou seguir esse estilo na festa, então encaixa bem no perfil, mas creio que possa ser servido mesmo em outros eventos mais chiques.
- Outro caldo a definir, provavelmente um caldo verde ou de mandioca:  eu quero manter ambos caldos sem lactose, porque mesmo já tendo uma alternativa (o caldo de feijão), eu acho que caldo é algo que dá para fazer muito bem e agradar a todos sem usar leite ou derivados.

Coquetel e petiscos

Penso em explorar bastante as carnes, já que são as opções mais seguras. Ultimamente tenho tentado diminuir meu consumo de carne, mas nesse caso acho que será uma boa saída, pois a maioria das empresas já oferece essas opções e escolhendo-as eu sei que ficarei bem alimentada e não precisarei ficar pedindo alterações ao buffet. Alguns antepastos tradicionais são seguros também. 
Salgadinhos em geral, mesmo aqueles com recheios que não tem queijo ou algum tipo de creme, me deixam um pouco preocupada já que a massa pode levar leite, manteiga, etc. e mesmo conversando antes com o pessoal buffet eu fico com receio de na hora da preparação acabarem colocando algo "proibido". Não adianta, festa é sempre correria e quem não está acostumado a preparar refeições especiais não tem como lembrar de todas as restrições nessa hora. Então estou pensando em:
- Espetinhos de filet mignon: deliciosos e seguros!
- Espetinhos de frango (se for com bacon, melhor ainda!): a empresa que eu escolhi também tem um kafta de frango que é muito gostoso. Ponto para eles!
- Camarões (amo!!!): muitos buffets os servem empanados, o que achei importante foi verificar se em volta do camarão vai aquela massa parecendo um salgadinho, o que me preocupa pois quando vou em festas nunca sei se tem leite ou não, ou se é só a casquinha de empanado mesmo, que normalmente eu como sem problemas.
- Ceviche: Como é "só" peixe bem temperadinho, é mais uma opção que considero segura.
- Moquequinha de peixe: Sou do ES, terra da moqueca (que felizmente eu posso comer sem medo!), então por aqui uma versão mini do prato é sempre uma alternativa.
- Petiscos de boteco: bem comum em festas, a mesa "roda de boteco" normalmente oferece algumas opções para os intolerantes, como carne de porco, azeitonas, palmito, torresminho, etc.
- Antepasto de berinjela: uma opção gostosa e segura. 
- Hommus Tahine: deliciosa, naturalmente sem lactose e ainda saudável.
- Carpaccio: Embora normalmente tenha queijo ralado por cima, não costuma ser muito e é possível "desviar" dele na hora de servir. 

Para essas últimas opções sempre existe o perigo do pãozinho de acompanhamento, que pode levar leite. Quando vou em festas, eu procuro por algum pão mais "seco" como o pão árabe ou mesmo o pão francês que costumam ter mais chance de serem seguros e mesmo assim tento não exagerar. Pães super fofinhos nem penso em arriscar! Mas nesse caso, como eu terei acesso ao buffet com antecedência, eu posso verificar quais pães eles usam e já saber qual poderei comer.

Fora isso, eu vou servir também as opções com lactose para os convidados que puderem comê-las! É a vida...elas fazem sucesso, não se pode negar. Como não sou alérgica ao leite, o risco de contaminação cruzada não me preocupa, então posso mesclar os pratos sem stress. =P 
Só preciso lembrar que na degustação é importante levar alguém que possa provar esses itens "cheios de lactose" para dar uma opinião sincera sobre quais gostou. Assim ficará mais fácil acertar na escolha dos quitutes que não poderei provar com minhas próprias papilas gustativas.

Bom, como o post já está gigante, eu vou deixar para falar sobre o jantar, bolos e doces outro dia. Prometo que não demoro para voltar.
=)

Um comentário:

  1. Eba!!!

    Não vejo a hora de ver as outras etapas :)
    Obrigada por atender meu pedido!

    Bjooo

    ResponderExcluir

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...