Analytics

domingo, 14 de setembro de 2014

Iogurte Zero Lactose: Opções no Mercado

Oi Pessoal,

Tenho visto tantas opções de iogurtes sem lactose nos mercados ultimamente (yipeee!) que hoje eu resolvi fazer um resumão daqueles que eu conheço e já provei, com a minha opinião sobre cada um. Os produtos que vou colocar aqui são feitos a partir de leite animal e acrescidos da enzima lactase para se tornarem zero lactose, portanto é importante lembrar que são voltados para o público intolerante e nenhum deles é indicado para quem é alérgico à proteína do leite, viu!

Se você ainda tem dúvidas sobre a diferença entre a intolerância à lactose (IL) e a alergia à proteína do leite de vaca (APLV), aproveita e dá uma olhadinha nesse post para ficar por dentro.


Danúbio

Iogurtes Danúbio Sem Lactose
A marca oferece iogurtes zero lactose em embalagens de 110g nas versões integral, morango e physalis. O integral  não é adoçado mas os outros dois já tem adição de açúcar.
Eu gostei muito do integral e morango, já o physalis achei bom mas meio sem graça, não tem muito o sabor da fruta.



Será que adoço com geleia? =P
O que eu gosto:
Boa consistência para comer de colher, sabor muito agradável e o preço é bom, só um pouquinho mais caro do que os iogurtes comuns. O potinho é fácil de levar para qualquer lugar, além de ser uma graça -- é de vidro e pode ser reutilizado.

A versão integral não é adoçada, o que permite variar bastante, dependo do que cada um quiser acrescentar. 

O que não me agrada:
Tenho dificuldade para encontrá-lo. Até hoje achei em poucos supermercados e mesmo nesses locais que vendem, não é sempre que ele está disponível.



Verde Campo Lacfree

Garrafinhas de 500ml
A Verde Campo tem uma linha inteira de produtos sem lactose (a Lacfree), e dentre esses produtos existem várias opções de iogurtes com sabores, texturas e tamanhos de embalagem diversos. Eu já provei boa parte deles: da garrafinha nos sabores natural, morango e ameixa, a coalhada e o grego nos sabores original e morango.

De forma geral, gosto dos produtos mas tem um ponto específico que me incomoda: eles já vem adoçados com sucralose. Particularmente, acho um pouco desagradável o sabor residual do adoçante, já que não tenho o costume de consumi-lo, mas por saber que algumas pessoas tem, além da IL, restrição de açúcar, eu aceito que os iogurtes saborizados, que temos a tendência de consumir puros, já venham com a sucralose. Só não consigo ver necessidade de adoçar os iogurtes naturais e a coalhada, com o que quer que seja! Muitas pessoas, e me incluo nelas, consomem esse tipo de iogurte com frutas ou outros itens de sua preferência, como cereais, mel, ou geleia (não sei se a geleia é comum, mas nem preciso dizer que eu adoro, né) e até mesmo usam para preparar alguns pratos salgados e por isso eu preferiria se eles viessem simplesmente sem adição de qualquer açúcar ou adoçante. Assim a gente pode usar a criatividade! 
Coalhada e Iogurte de Morango em potes de 140g

A parte boa é que a empresa já anunciou o lançamento do iogurte natural puro, não adoçado. Ainda não encontrei dele para comprar, mas já sei que, pelo menos na linha do iogurte de garrafinha, isso não será mais problema. =)
P.S: Verde Campo, aproveita e estende essa novidade para a coalhada e o iogurte grego!

O que eu gosto: 
Há uma grande variedade de iogurtes, são fáceis de encontrar nos mercados e padarias, os preços são bons (compatíveis com os semelhantes com lactose ou ligeiramente mais caros) e há embalagens para consumo individual e fáceis de carregar. 
Iogurte Grego LacFree

O iogurte Grego só tem 35kcal. Não me importo muito com contagem de calorias, mas imagino que seja um ponto positivo para algumas pessoas.

O que não me agrada: 
Além da questão do adoçante, que considero a mais relevante, o LacFree Grego, embora seja mais consistente que os demais da linha, não tem a consistência de um iogurte grego de verdade e, na minha opinião, fica entre um iogurte grosso e um flan. Nada grave, ainda é muito bom para comer de colher, mas vale falar. 




Casa da Ovelha

A empresa oferece diversos produtos sem lactose produzidos a partir do leite de ovelha e entre eles os iogurtes. Há muitas opções de sabores, texturas (para beber e para comer de colher) e tamanhos de embalagens. Eu já provei alguns: os iogurtes de garrafinha nos sabores amora, framboesa e mel e o iogurte natural de consistência firme. Gostei muito de todos. 


Garrafinha de 550g do iogurte de amora
O iogurte natural não é adoçado, os iogurtes com polpa de fruta já são adoçados com açúcar e o de mel é adoçado com (obviamente) mel. Em relação ao tamanho, os potinhos do iogurte de consistência firme tem 100g e o iogurte para beber vem em dois tamanhos de garrafinhas: 160g e 550g.

Iogurte natural de consistência firme (acrescentei geleia)
O que eu gosto:
O sabor é fantástico a consistência é ótima -- o iogurte para beber é bem grossinho, se quiser até consegue comer de colher, e o iogurte de consistência firme é bem firme mesmo, perfeito. Todos são realmente muito gostosos.
Não tem adição de corantes, aromas artificiais e espessantes e há conservante apenas nos iogurtes com polpa de frutas, o natural e com mel são isentos.

O que não me agrada:
De forma rápida e objetiva: o preço! Os iogurtes são bem carinhos e embora eu tenha visitado a fábrica e entendido que o preço deles é até justo devido aos custos para a produção do leite de ovelha, não tem jeito de não considerar como um ponto negativo. Independente se o valor é justo ou não, o fato é quem em comparação com os demais ele perde nesse quesito. 
Outro ponto é que eles não são muito fáceis de encontrar, pois são vendidos em poucos estabelecimentos.


Carnielli

A empresa tem iogurte sem lactose em 3 sabores: morango, goiaba e ameixa. Já provei e gostei muito de todos, mas para mim o de goiaba merece um destaque especial, pois é um sabor pouco explorado nos iogurtes e fica delicioso. Todos são adoçados com açúcar e vem em garrafinhas de 500g.


Garrafinhas de 500g dos iogurtes de morango e goiaba

O que eu gosto:
Boa consistência -- é iogurte para beber mas é bem grossinho e quando acrescento alguma coisa (chia ou granola, por exemplo) como com colher, o sabor é muito bom e o preço é compatível com os iogurtes comuns, o que é ótimo. No ES é fácil encontrá-lo em mercados e padarias.

O que não me agrada:
A distribuição é restrita. Como a produção é no ES, é muito fácil encontrá-lo no estado (pelo menos nas cidades de Vitória e Cachoeiro eu sei que é), mas nunca o vi fora daqui. Aliás, é uma pena porque o iogurte é gostoso.
Só é vendido em embalagens de 500g, o que dificulta que seja levado para consumo fora de casa (quando quero levar, eu coloco um pouco em outro recipiente com tampa que veda bem).


Iogurte de ameixa (adicionei chia)


YlaFrut

A marca oferece muitas opções de iogurtes sem lactose. Até me surpreendi quando fui olhar o site deles porque normalmente vejo no supermercado apenas uns 4 ou 5 diferentes. 


Garrafinha de 180g
Os iogurtes para beber são vendidos em garrafinhas de 180g, 500g e 900g e podem ser de morango, ameixa ou salada de frutas na versão comum e morango e ameixa na versão zero (0% de gordura e adoçado com sucralose ao invés do açúcar usado na versão comum). Nos potinhos (150g) os iogurtes são um pouco mais consistentes e a variedade também é grande: goji berry, chia, mix de grãos (gergelim, linhaça, quinoa, chia e girassol), linhaça e mel. Por fim há ainda os iogurtes bicamada, aqueles que vem com uma calda ou geleia, nos sabores ameixa, graviola, açaí e morango, também em potinhos de 150g.

Eu provei apenas o iogurte de morango de garrafinha e potinho com goji berry e gostei dos dois. Embora os iogurtes nos potinhos sejam adoçados com sucralose, eu não percebi o sabor de adoçante que normalmente me incomoda. 

O que eu gosto:
Iogurte com goji berry
Há opções de iogurte mais 'ralo' para beber (da garrafinha) e mais consistente (do pote) e ambos são oferecidos em embalagens individuais e fáceis de carregar, o preço é bom (compatível com os iogurtes comuns) e o iogurte é gostoso. Outra bola dentro da empresa é a grande variedade oferecida.

O que não me agrada:
Parece que a distribuição ainda não é muito ampla, então embora a variedade oferecida seja grande, eu confesso que alguns eu nunca vi para comprar.





Antes terminar, só mais algumas informações que considero úteis:

- O iogurte normalmente tem um teor de lactose inferior ao do leite pois uma parte da lactose é quebrada pelas bactérias no processo de fermentação que transforma o leite em iogurte. Além disso, são fonte de probióticos, que são microrganismos benéficos para o organismo humano e que ajudam bastante na digestão. Então, é possível e até bem comum que pessoas com IL consigam consumir iogurtes "normais" sem problemas. Claro que isso vai depender do nível de intolerância de cada um, mas vale a pena testar (em casa e num dia sem compromissos, por favor).

- Os iogurtes produzidos a partir de leite animal, mesmo acrescidos da lactase, podem conter alguma lactose residual. A legislação da Anvisa permite que o termo "zero" ou "sem" lactose seja usado caso o produto contenha menos do que 0,05% de lactose. A quantidade, se houver, é bem pequena e não causa desconforto na maioria dos intolerantes, mas caso a intolerância seja muito forte ou a quantidade ingerida do produto for muito grande, pode haver alguma reação.

- Algumas bebidas lácteas ficam na mesma seção do iogurte, mas há algumas diferenças relevantes entre os dois e uma delas é que as bebidas lácteas podem ser fermentadas ou não e mesmo quando são fermentadas a quantidade de microrganismos (os probióticos) costuma ser menor do que no iogurte. Por isso é importante ficar atento, pois as bebidas lácteas podem não ser de tão fácil digestão para os intolerantes quanto o iogurte.


E na cidade de vocês tem outras marcas? Quais são as suas preferidas? Fiquem a vontade para comentar e enriquecer essa postagem com a opinião de vocês.

=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...